Feeds RSS

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Extraindo um juízo (Vixe!)

Ontem fui extrair um dos meus cisos.
Durante toda a semana fiquei pensando em como iria ser: será que vai doer? será q a anestesia irá pegar? Vixe, vou ficar com o rosto inchado uma semana igual aquela minha professora ficou =S.

Na segunda minha mãe chegou com a lista de remédios que eu teria que tomar para a cirurgia e fiquei realmente nervosa por isso pois tinha passado por um trauma com remédios na semana anterior. Eram 4, dois que eu teria q tomar antes da cirurgia e mais outros dois para a dor pós-cirurgia.

Primeiramente ia tirar o maldito numa sexta mas na quarta-feira a dentista me ligou dizendo que não teria como. Foi transferido para sábado de manhã, o que me deixou ainda mais anciosa. Gosto de fazer as coisas quanto antes melhor, não gosto de ficar adiando pois isso só enche a minha cabeça com coisas bestas.

Chegando ao dentista a ví com aqueles cabelos loiros falsos, com aquela plataforma no pé e aquele jeito patricinha de ser ao lado de sua ajudante, uma destista de crianças.
Fiquei logo esperando uma coisa horrível, um trabalho mal feito e ainda muita coisa ruim vindo daquela figura.
Me mandou bochechar um líquido horrível (talvez nem fosse tanto mas esse trem de gosto não é comigo), o que deixou minha boca toda dormente, principalmente minha língua.
Deitei naquela cadeira cinza de dentista, onde nas próximas 2 horas pelo menos eu iria sofrer =S
Ela me colocou um avental branco da cabeça aos pés com um buraco apenas para a abertura da minha boca.
Estava tremendo muito. Estava assustada com o que iria acontecer e o que iria passar nos próximos dias... "Onde eu fui me meter, hein?!"
Passou (segundo meu namorado) um anestésico de criança (aqueles que você só passa um negócio em cima e já fica bem dormente) e foi aí que ela chegou com a agulha pra deixar minha boca lesada. Me deu quatro picadas e só uma doeu um pouco.
Ela começou a abrir minha gengiva. Sabia que ela estava mexendo, sabia até seus movimentos mas não estava sentindo mais nada. Não senti gosto de sangue, não ví sangue, exceto pelas vezes em que o avental subia um pouquinho e eu via o mundo lá fora.
Minha mãe atendeu o telefone e fiquei prestando atenção na conversa dela com a mulher da Telemig. Quando ela desligou só uma coisa vinha na minha cabeça: "isso podia acabar logo, ela podia tirar logo o dente, quero ir logo pra casa, aaai onde eu fui me meter?!"
e não se passaram 5 minutos o dente já estava na mão dela, partido em dois, mas estava lá!
PRONTO!!!!!!!!!!!!!ufaaa!!!
o quanto isso me aliviou

eu: (pensando) "agora já posso levantar né?!"
dentista: "agora vamos só fechar e já acabou"
mãe: "nossa, mas já acabou? mal terminei minha conversa no celular e vocês já tiraram o dente? Deixa eu ver?"
(não, ela não ficou mto tempo no telefone)
eu: (pensando) "que? ainda tem mais coisa?"

E essa foi a parte mais chata e mais demorada.
Ela ficou uns 20 minutos costurando minha gengiva!
dentista: "é, nós estamos demorando um pouquinho a costurar mesmo, já que eu não sou costureira"
eu: (pensando) "ai meu Deus, to ferrada. É agora que vai dar errado... =S"
...
dentista: "prontinho"
assistente: "Nossa, realmente ficou muito bonito. A cirurgia foi muito tranquila, deu tudo muito certo."
eu: (pensando) Ufa! Pelo menos alguma coisa boa.

Levantei da cadeira e queria ir logo embora pro meu lar doce lar, meu cantinho, mas a mulher ficou falando mais meia hora na minha cabeça sobre como seriam os próximos dias e o que eu teria que fazer. Não conseguia prestar atenção em quase nada que ela dizia. Estava focada na minha boca dormente parecendo que estava torta.
No meio do caminho tive que perguntar tudo pra minha mãe de novo e foi aí que descobri que eu não podia conversar, nem rir, nem tomar nada quente nas próximas 24 horas, nem dormir do lado da cirurgia e nem nada!!!!
Tudo isso que eu não respeitei (huaehuaehe) e não estou respeitando.

Saí do consultório passei em casa e fui pra aula de espanhol. Conversei apenas o necessário mas começou a sangrar e eu tive que voltar pra casa meia hora antes da aula terminar pra tomar sorvete e estancar um pouco o sangramento.
Almocei um bife quente (lógico, as ordens entraram por um ouvido e saíram pelo outro), passei o dia tomando sorvete e com gosto d sangue na boca. Dormi, dormi, dormi. Não consegui estudar bulhufas do que eu tava programando. Meu namorado chegou e daí que eu não estudei meeeesmo! De noite fomos tomar um caldo aqui perto e é lógico que eu tive que ficar no gelado e ainda brincaram:
"ô garçom, trás um pacontinho de gelo pra essa menina aqui"
Todos rimos, não parei de conversar um minuto sequer, voltamos pra casa e dormi.

Hoje pela manhã acordei, tomei minha bateria d remédios (¬¬) e estava muitíssimo pouco inchada. O gosto de sangue também já tinha passado e pude tomar toddy quente!!! \o/
Ahhhh =/ agora não tenho mais desculpa pra tomar um bom bucado de sorvete...
Passei o dia comendo normal e dos dois lados (embora também não pudesse, hauehuae).
Não estou sentindo dor nenhuma, apenas uma pressão e só quando mecho.
Meu dente ficou tão boniiiito!
hehehe

Quem diria que aquela patricinha trabalha tão bem. As aparências enganam...

1 comentários:

MariaFlor disse...

hahahaha fiquei imaginando sua 'aventura' pelo consultório da barbie dentista!! Mas realmente, ela trabalhou bem, pq por hj vc já aparenta estar ótima!!

Postar um comentário